Por que as pessoas perdem a integridade?

Nobres amigos, eu e os colaboradores da Nobre Treinamentos temos ministrado treinamentos por todo o estado de Santa Catarina nos últimos anos e isto tem me trazido uma bagagem muito interessante, principalmente no que diz respeito à pessoas de resultado e pessoas de desculpas. 
Especialmente no treinamento LORDE, de liderança, oratória, relações humanas e desenvolvimento emocional, já na primeira aula fazemos uma autoanálise em vinte e cinco pontos, que são subdividos de cinco em cinco. Em uma destas subdivisões proporcionamos aos alunos auto-análise sobre sua própria integridade. E como tenho treinado também os colaboradores e gestores de Laticinios como Tirol, Aurora, entre outros, a primeira imagem que me vem na cabeça é uma caixinha de leite integral. O que ele tem que os demais leites não tem? Simples e completo: ele tem todas as propriedades. 
Isto me faz pensar que todas as pessoas nascem integrais como o leite, ou seja, com todas as propriedades para levarem sua vida de uma forma íntegra, honesta, amigável, ponderada, e principalmente, para serem felizes. Isto vai levar as pessoas, e você também, caro leitor, a ter uma família feliz, bons amigos, poder frequentar bons lugares, ter bons hábitos como esportes, leitura, artes e espiritualidade e como resultado disto tudo, ter sucesso também na área profissional, fazendo o que ama, sua verdadeira missão de vida! 
Então, o que faz as pessoas perderem sua integridade? 
Vou citar um caso que aconteceu comigo há algum tempo e que me fez escrever esta matéria filosófica. 
Uma empresa me chamou para conversar com um vendedor que havia sido contratado por seu extenso currículo e na entrevista demonstrou ser um verdadeiro profissional. Passaram-se seis meses e nada dele bater as metas. 
Quando sentei na frente dele e perguntei quais as dificuldades que ele estava passando, este descarregou um caminhão de desculpas em cima de mim. E eu, tentando entender tudo e ligar os pontos pra ver nexo em tudo o que dizia. 
Chegou um ponto em que eu tive de interrompê-lo e perguntar-lhe: sabes por que estás dando tantas desculpas e até mentindo? 
Ele me olhou surpreso e até com ar de nervoso e brabo e entendendo, calou.
Então eu mesmo respondi a ele. Por que no currículo se coloca qualquer coisa, na entrevista, se diz o que quer, mas resultados são na prática, expliquei. 
Certamente este vendedor já havia passado por maus bocados em empregos anteriores, e no desespero para ter uma vida melhor, perdeu sua integridade e falou coisas que não eram verdade no currículo e na entrevista. Ainda depois, conversando com os empresários que o contrataram, me disseram que ele nunca havia cumprido com o combinado. 
Com esta história, percebo que as pessoas perdem sua integridade pelos seus fracassos, pelo seu insucesso e começam a manipular, mentir e encontrar desculpas ao invés de buscarem o trilho do correto novamente. 
Vale citar, que o caráter é moldável, ou seja, pode mudar. Também conheço pessoas que mudaram por se entregarem a Deus, à família, ao que é correto, após muitos erros. 
Concluo afirmando que devemos dar sempre mais uma chance às pessoas, mas não podemos ser bobos. Lembre-se de que tudo se resolve na base da conversa! 

Um Nobre abraço!!!

Rodrigo R. Valentini
Nobre diretor CEO